Receitas e lucros da Ericsson cresceram no primeiro semestre

Publicado em 16/07/2021 17:35 em Indústria Telecom

O volume de negócios da Ericsson cresceu no primeiro semestre 9% homólogos em termos comparáveis, para 104,7 mil milhões de coroas suecas (10,2 mil milhões de euros), embora em coroas suecas tenha diminuído 1%, anunciou hoje a multinacional fabricante de soluções e equipamentos de telecomunicações.

Em comunicado de resultados, a Ericsson adianta que nos seis primeiros meses de 2021 teve lucros de 7,1 mil milhões de coroas suecas (692,8 milhões de euros), um acréscimo homólogo (face ao mesmo período do ano passado) de 45%.

Borge Ekholm, presidente e CEO da Ericsson, citado no comunicado, destaca o forte desempenho do negócio da multinacional, com crescimento orgânico das vendas, apesar de um decréscimo de 2,5 mil milhões de coroas suecas (247,9 milhões de euros) no segundo trimestre nas vendas para a China Continental.

Assinala que o novo acordo de propriedade intelectual com a Samsung, assinado no mês passado, revela o significativo valor da carteira de patentes da Ericsson.

Ekholm acrescenta que um acordo adicional sobre direitos de propriedade intelectual foi assinado em Julho e estão actualmente em cursos negociações para a renovação de licenciamento de patentes.

Observa que, à medida que são concluídos novos contratos de patentes, as receitas vão incluir pagamentos retroactivos relativos aos períodos sem licenciamento anteriores à assinaturas dos acordos.

Ainda sem comentários