Pesquisa voos Europa cresceu 50% mensais desde meio de Maio

Publicado em 09/06/2021 18:01 em Internet

A pesquisa por voos na Europa cresceu acima dos 50% mensais a partir de meados de Maio, com o interesse por deslocações aéreas a recuperar à medida que aumenta o número de vacinados contra a Covid-19, indicou o Google.

O Google assinala que Portugal registou o maior crescimento do interesse dos europeus, com as pesquisas sobre o país a mais do duplicarem em termos semanais.

Os destinos europeus mais procurados no motor de busca Google são a Espanha, Reino Unido, Itália, França, Portugal e Grécia, tendo Espanha pelo menos o dobro das pesquisas quando comparadas com os outros principais destinos.

Indica que, enquanto o interesse pela Europa é mais forte nos países europeus, mais norte-americanos começam a pesquisar sobre destinos na Europa, com um crescimento mensal superior a 20%, em particular sobre destinos no Reino Unido, França, Itália, Islândia e Espanha.

Comparando Janeiro com Maio de 2021, a segurança mantém-se no topo das preocupações, com pesquisas para compreender melhor as regras dos governos em relação as viagens e quando e onde é possível marcar férias para destinos específicos, adianta a Google.

Precisa que no topo das buscas de Janeiro estavam quais eram os corredores aéreos, o que é uma viagem essencial e quando é que se previa o levantamento de restrições às viagens aéreas, mas em Maio centravam-se em quando é a próxima actualização das viagens, quando posso voltar a viajar para Portugal, quando posso viajar para Espanha e para onde se pode viajar a partir de Espanha.

O Google afirma que as pessoas mostram uma crescente confiança em fazer viagens, embora as buscas de voos não estejam ao nível de 2019.

Indica que os destinos que mais surgem nas pesquisas do seu motor de busca, de longe o mais utilizado, em particular na Europa, são a Espanha, Itália, França, Reino Unido, Alemanha, Grécia, Portugal, Ucrânia e Polónia, sendo Gibraltar, Portugal, Grécia, Montenegro e Croácia os destinos com maiores crescimentos de interesse e popularidade.

Ainda sem comentários