Apple liderou mercado de smartphones IV trimestre 2020

Publicado em 21/02/2021 15:54 em Indústria Telecom

A Apple ultrapassou a Samsung e liderou o mercado mundial no quarto trimestre de 2020, com as vendas recorde a serem dinamizadas pelo êxito do iPhone 12 e a quota de mercado a superar os 20%, segundo as consultoras e analistas de mercado IDC, Canalys e Counterpoint.

A IDC atribui aos iPhone vendas de 90,1 milhões de unidades no trimestre passado e uma quota de mercado de 23,4%, enquanto a Canalys e a Counterpoint lhes atribuem vendas ligeiramente abaixo dos 82 milhões de unidades, no primeiro caso com uma quota de 23% e no segundo com 21% do mercado.

Embora com números diferentes, as três consultoras estimam que o ano da pandemia Covid-19 levou a um recuo das vendas mundiais de smartphones no conjunto do ano, com uma queda de 6% (IDC), um recuo de 7% (Canalys) ou uma queda de 10% (Counterpoint).

A IDC e a Canalys apontam para vendas globais de smartphones abaixo de 1,3 mil milhões de smartphones, mas a Counterpoint aponta para vendas um pouco superiores a esse patamar.

No conjunto ao ano passado a Samsung voltou a liderar, com quota de mercado na casa dos 20%, segundo a IDC e a Canalys, ou de 19%, segundo a Counterpoint.

As analistas coincidem em que o iPhone manteve o segundo lugar mundial, com quota de mercado a subir e a aproximar-se dos 16%.

As três analistas atribuem o terceiro lugar do mercado ao gigante chinês Huawei, ainda que a perseguição à marca pelos Estados Unidos e grande parte dos seus aliados ocidentais e uma quebra acentuada das vendas no seu mercado doméstico lhe tenham provocado uma queda superior a 20% nas suas vendas globais.

Segundo as consultoras citadas, a também chinesa Xiaomi manteve o quarto lugar, com crescimento de vendas acima de 17% e uma quota mundial superior a 11% em 2020, enquanto o quinto lugar pertence à OPPO, que ultrapassa a vivo, nos números da Canalys e da Counterpoint, e é ocupado pela vivo, nas estimativas da IDC.

No quarto trimestre, as três consultoras colocam a Xiaomi e a OPPO nos terceiro e quarto lugares, respectivamente.

O quinto lugar é atribuído no quarto trimestre à vivo pela Canalys e Counterpoint Market Research, enquanto a IDC coloca nessa posição a Huawei, que, segundo a Canalys, continua a ser líder no mercado chinês, a curta distância da OPPO.

Ainda sem comentários