Novo centro serviços Nokia cria 300 empregos em Portugal

Publicado em 21/02/2021 12:12 em Indústria Telecom

A Nokia anunciou a criação de um novo Centro de Serviços Partilhados, que se situará nas instalações da empresa na Amadora e que irá criar 300 novos empregos.

Em comunicado, a Nokia indica que se trata de um centro suporte ao negócio nas áreas financeira e logística da companhia, com um papel à escala mundial e destinado a maximizar o desempenho operacional global da Nokia e melhorar a qualidade das interacções com os clientes, através da digitalização, automação e harmonização dos processos.

O Centro agregará trabalhadores com diversos perfis e níveis de experiência, sobretudo nas áreas das finanças, gestão de pagamentos e encomendas de clientes e com competências em «Master Data» e análise de dados, indica o comunicado.

No acordo assinado com o governo português, que prevê a criação do Centro, a Nokia fica como empresa de referência no Plano de Acção para a Transição Digital nos eixos Pessoas, Empresas e Estado Digital, acrescenta.

Neste quadro, a Nokia revela que vai participar em iniciativas de promoção de competências digitais em estabelecimentos de ensino e no tecido empresarial português e vai participar em projectos de modernização e digitalização da administração pública nacional.

O documento acordado foca-se nas tecnologias móveis de quinta geração, cibersegurança e computação na nuvem, indica.

A multinacional finlandesa fabricante de equipamentos e soluções de telecomunicações destaca que Portugal é um importante centro de investigação e desenvolvimento para a Nokia global, através das suas unidades de inovação localizadas na Amadora e Aveiro, e acolhe um dos centros internacionais de engenharia, que gere remotamente redes de banda larga para alguns dos principais operadores mundiais.

Ainda sem comentários