Guterres alerta na Web Summit para agravamento das desigualdades com a pandemia

Publicado em 06/12/2020 23:42 em Web Summit

O Secretário-geral da ONU, o português António Guterres, alertou na Web Summit para o agravamento das desigualdades de todos os géneros causadas pela pandemia, incluindo as do acesso ao digital.

Na sua intervenção online, Guterres destacou que a Covid-19 acelerou a dependência do digital e ilustrou os benefícios da Internet, principalmente nas alturas de confinamento e isolamento das pessoas, em que permitiu manter as pessoas ligadas e a sociedade a funcionar.

O Secretário-geral da ONU chamou a atenção para o problema de quase metade dos habitantes do planeta sem acesso às tecnologias digitais, pessoas a quem foram negadas possibilidades como estudar, comunicar, e participar em muitas coisas acessíveis à metade mais rica da Terra.

Mas também para muitos dos que estiveram online, a conectividade aumentou a vulnerabilidade a ataques e abusos, com o acréscimo desproporcionado do assédio a mulheres e raparigas e surtos de exploração sexual de crianças, enquanto a desinformação na Internet pôs em risco a saúde e a vida de pessoas e ameaça reduzir a efectividade das vacinas quando ficarem disponíveis, observou.

Guterres alertou para os abusos e a desinformação online, a proliferação online dos discursos de ódio, que podem ser uma séria ameaça à estabilidade política, ao desenvolvimento e progresso social e à nossa capacidade colectiva de enfrentar os desafios, que minam a necessária coesão social e reduzem a confiança na ciência.

Guterres indicou que os projectos das Nações Unidas visam promover a inclusão digital e reafirmou o apelo que fez há dois anos na Web Summit para que fossem banidos todos os sistemas digitais autónomos de armas letais, para que a sociedade possa beneficiar do rápido desenvolvimentos e ser simultaneamente protegida de riscos significativos.

Ainda sem comentários