Produção automóvel em Portugal com quebra ligeira em Setembro

Publicado em 15/10/2020 14:35 em Indicadores estatísticos

A produção automóvel em Portugal caiu 1,8%, para 32 686 viaturas, com queda em todos os tipos de veículos, depois de em Agosto ter conseguido um crescimento de 9,4%, apenas com evolução negativa (menos 18,7%) nos pesados, segundo a ACAP.

Em comunicado, a ACAP - Associação Automóvel de Portugal indica que em Setembro de 2020 a produção de ligeiros de passageiros em Portugal caiu 0,8%, para 26 857 unidades, a de comerciais ligeiros baixou 2,3%, para 5481 veículos, e a de pesados recuou 42,0%, para 348 viaturas.

As exportações foram o destino de 98,1% dos veículos produzidos em Portugal e a Europa representou 95,3% do total das viaturas fabricadas no país.

Por países, 22,4% da produção foi para a Alemanha, 17,2% teve como destino a França, a Espanha 10,8%, a Itália 10,7% e o Reino Unido (7,9%), o que significa que os cinco principais mercados externos absorveram bastante mais de dois terços (69,0%) da produção automóvel portuguesa em Setembro.

Nos três primeiros trimestres, Portugal produziu 185 700 automóveis, uma redução de 28,1%, com queda de 29,9% nos ligeiros de passageiros, para 147 910 automóveis, descida de 11,7% nos comerciais ligeiros, para 35 601 unidades, e uma redução de 46,1% nos pesados, para 2189 viaturas.

As significativas quedas nos nove primeiros meses reflectem uma forte redução no fabrico de automóveis no segundo trimestre de 2020, no contexto da primeira vaga da pandemia de Covid-19.

Ainda sem comentários