Produção indústrias transformadoras caiu quase 30% em Abril

Publicado em 01/06/2020 21:47 em Indicadores estatísticos

A produção das indústrias transformadoras caiu quase 30% homólogos em Abril, com uma redução de 29,3%, em dados corrigidos dos efeitos de calendário, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Índice de Produção Industrial (IPI) total, também em dados corrigidos dos efeitos de calendário, caiu 26,5% face a Abril de 2019, com reduções de 3,5% nas indústrias extractivas, de 13,4% na produção de electricidade, gás e vapor e de 16,0% na captação, tratamento e distribuição de águas e saneamento e distribuição de resíduos.

Por grandes sectores das indústrias transformadoras, a produção de bens de consumo caiu 30,2% homólogos em Abril (menos 27,9% nos bens de consumo não duradouros e menos 49,7% nos duradouros), a produção de bens intermédios (ainda destinados a nova transformação industrial) reduziu-se 21%, a de bens de investimento recuou 44,4% e a de energia baixou 12,6%.

Por subsectores da indústria transformadora, entre os que têm dados para Abril (oito não têm), a maior queda – sem surpresa - registou-se na fabricação de veículos automóveis, reboques, semi-reboques e componentes para veículos, que produziram em Abril passado menos de um quinto de um ano antes, reduzindo-se 80,2%.

O único subsector industrial com aumento de produção homólogo em Abril foi o de produtos farmacêuticos e preparações farmacêuticas, com um acréscimo de 19,0%.

A segunda maior queda (menos 59,4%) foi no subsector outras indústrias transformadoras, seguindo-se o fabrico de mobiliário e colchões (menos 58,7%), o fabrico dos artigos de borracha e matérias plásticas (menos 46,3%), as indústrias metalúrgicas de base (menos 45,6%) e a indústria de bebidas (menos 45,4%).

Não há dados para Abril nas indústrias têxteis e de vestuário, subsectores em que há indícios de significativas quebras homólogas, em particular no segundo daqueles subsectores.

Ainda sem comentários