Indicadores coincidentes Banco Portugal com maiores quedas mensais em quatro décadas

Publicado em 27/05/2020 14:53 em Notícias economia

O Banco de Portugal anunciou que os seus indicadores coincidentes para a actividade económica e para o consumo privado apresentaram em Março e Abril as maiores quedas mensais desde o início das respectivas séries, que se começaram em 1978, há mais de quatro décadas.

Os dados do Banco de Portugal revelam que o indicador coincidente para a actividade económica se fixou em Abril em menos 1,7, um mínimo desde Junho de 2013, e o indicador coincidente para o consumo privado recuou no mês passado para menos 2,7, um mínimo desde Março de 2013.

Ainda sem comentários