Samsung inaugura loja em Lisboa e lança Galaxy Fold

Publicado em 26/11/2019 17:53 em Equipamentos

A Samsung inaugurou hoje uma loja em Lisboa com um novo conceito, a primeira da marca na Europa do Sul e a segunda da Europa Central e do Sul, e lançou o novo Galaxy Fold, um topo de gama que se dobra e aberto fica com um ecrã de 7,3 polegadas.

Em apresentação à imprensa, José Correia, director de Marketing da área Móvel da Samsung para Portugal e Espanha, indicou que o Samsung Galaxy Fold, com um preço de venda de 2049 euros, estará em pré venda de 6 a 22 de Dezembro e é disponibilizado em Portugal no dia 23 de Dezembro, em 15 lojas, ainda não anunciadas, mas que oferecerão processo de compra acompanhado.

O novo conceito de loja «Samsung Experience», que hoje chegou a Portugal e à Europa do Sul no Centro Comercial Colombo (Lisboa) e abre ao público na quarta-feira, com oferta de acções para os visitantes do primeiro dia, apresenta uma nova experiência de compra aconselhada em que o cliente é acompanhado por funcionários da loja que lhe explicam as vantagens e funcionalidades de cada smartphone e, por exemplo, não tem as tradicionais caixas de pagamento à saída, precisou aquele director.

José Correia indicou que em 2020 as outras cinco lojas Samsung existentes em Portugal serão adaptadas para o conceito «Samsung Experience».

O responsável da Samsung Portugal salientou que o Galaxy Fold, enquanto fechado tem todas as vantagens de um smartphone compacto, que cabe em qualquer bolso, com um ecrã exterior de 4,6 polegadas.

No entanto, depois de aberto fica com um ecrã de 7,3 polegadas com tecnologia «Infinity Flex Dynamic», que permite confortavelmente ver filmes ou vídeos e ler jornais online, por exemplo, e com capacidade multitarefa, para correr três aplicações em simultâneo, uma das características mais inovadoras do dispositivo, acrescentou.

José Correia assinalou que no primeiro ano um eventual primeiro acidente com o ecrã será reparado gratuitamente e observou que as dobradiças do telemóvel, com tecnologia da relojoaria suíça, têm garantia de que pode ser aberto 200 mil vezes, o que corresponde a mais de uma centena de vezes por dia durante cinco anos.

O telefone vem com um processador Snapdragon com tecnologia de 7 nanometros (Nm), sistema operativo Android 9 (Pie), 12 gigabytes (Gb) de memória RAM e 512 Gb de armazenamento interno, seis câmaras, três posteriores de 16, 12 e 12 megapixeis (MP), com estabilizador óptico, três câmaras frontais, uma exterior e duas interiores, para selfies, e capacidade para vídeo 4K Ultra HD.

Segundo a Samsung, o Galaxy Fold, que pesa 276 gramas, vem com leitor de impressões digitais e tecnologia de reconhecimento facial e traz uma bateria dual que funciona como uma só, com 4380 mHa e com carregamento sem fios.

José Correia assinalou que este ano a gama de topo Galaxy, que tem vindo a bater sucessivos recordes de vendas, faz 10 anos.

Indicou que o Galaxy Fold só traz tecnologia 5G para a Coreia do Sul e Reino Unido, mas afirmou que 2020 vai ser o ano do 5G em Portugal e os primeiros equipamentos Samsung com essa tecnologia chegam ao país no primeiro trimestre do ano que vem.

O director de marketing da área móvel para a Península indicou que em 2019 a Samsung vai continuar a liderar as vendas de smartphones em Portugal, tanto em número como em valor, com estabilização das unidades vendidas e crescimento superior a 5% em facturação, e a empresa espera novo aumento das suas receitas na área móvel em 2020.

José Correia recordou que a Samsung cessou este ano as vendas da sua gama de entrada, a gama J, e reforçou a gama A, que tem preços desde 159 euros até aproximadamente 500 euros.

Ainda sem comentários