McAfee lança software de segurança para gamers

McAfee lança software de segurança para gamersPublicado em 02/10/2019 22:29 em Segurança Informática

A companhia de segurança informática McAfee apresentou hoje um software de segurança específico para gamers, o primeiro em todo o mundo a ser disponibilizado, e anunciou um reforço do seu foco na protecção da privacidade dos utilizadores.

Em encontro com a imprensa em Lisboa, Marc Vos, director de marketing de produtos de consumo da companhia na Europa, destacou que o novo McAfee Gamer Security consegue um compromisso entre a segurança e o desempenho e é altamente configurável para que os jogadores possam criar o perfil de jogo ideal, optimizado para o seu hardware.

Acrescentou que o objectivo dos jogadores de computador é maximizar o desempenho em jogo e as frames por segundo (FPS), ao mesmo tempo que asseguram a jogabilidade e que estão livres de distracções-

Marc Vos indicou que a McAfee desenvolveu uma solução que inclui um motor MicroAV, que descarrega a detecção de ameaças para a nuvem, libertando memória e espaço de armazenamento, inclui uma tecnologia game boost, que aumenta de forma inteligente os recursos do sistema e melhora o desempenho, faz uma monitorização em tempo real e usa as estatísticas dos últimos cinco jogos para validar o desempenho, tem um gestor de apps que filtra automaticamente para a métrica de desempenho seleccionada e suprime automaticamente mensagens de «pop-up» durante o jogo.

Precisou que o McAfee Gamer Security já está disponível na América do Norte (apenas online), com um preço de 59 dólares por uma licença anual, e deverá chegar à Europa no fim de Novembro ou princípio de Dezembro do ano em curso.

O director da companhia salientou que a McAfee pôs o foco na protecção da privacidade, adicionando VPN em pacotes de produtos de consumo, e criou um novo bloqueador de Cryptojacking, para prevenir o roubo de moedas virtuais.

Adiantou que sondagens revelam que 90% dos consumidores estão muito preocupados com a sua privacidade na Internet, 77% estão preocupados com os riscos de acesso à Internet a partir dos seus dispositivos e que três em cada quatro jogadores frequentes estão preocupados com a segurança futura, sendo que quase dois terços (64%) dos gamers já foram directamente afectados por um ciberataque ou conhecem alguém que foi e 38% sofreram pelo menos um ataque.

Marc Vos recordou que mais de metade da população do planeta está online, sendo os telemóveis o dispositivo mais usado para acesso à Internet, e indicou que a cada segundo que passa surgem oito novas amostras de ameaças informáticas.

O responsável da McAfee garantiu que os consumidores compreendem cada vez mais a necessidade de uma VPN (Rede Privada Virtual) pata garantirem a privacidade das suas informações pessoais, impedirem os hackers de rastrear as suas actividades online e permitirem ligações seguras a redes Wi-Fi públicas.

Afirmou que o McAfee Safe Connect foi melhorado com uma tecnologia de túnel proprietária, nova protecção ao nível das aplicações Android e ligação automática da protecção.

Marc Vos revelou que o malware de roubo de moedas virtuais se multiplicou por centenas de vezes em 2017/2018 e que esse roubo ascenderá já a 57 milhões de dólares.

Indicou que o Cryptojacking blocker da McAfeee detecta mais de centena e meia de scripts e variantes de Cryptojacking e bloqueia o aceso a sítios internet infectados com esse malware, avisando o utilizador para os riscos.

A companhia lançou um novo produto Total Protection para 10 dispositivos que suporta VPN em cinco e está também disponível para dispositivos ilimitados no McAfee Live Safe.

Marc Vos indicou que a McAfee está no top 5 do ranking de testes para produtos de segurança para consumidores da AV comparatives, empresa especializada em testes de produtos de segurança informática, e garantiu que a companhia conseguiu nos últimos dois anos uma grande redução em matéria de falsos positivos.

Ainda sem comentários