I

ICANN - Internet Corporation for Assigned Names and Numbers – Organização internacional sem fins lucrativos, criada em 1998, que garante que quando se escreve um endereço na Internet este é único.
O ICCAN coordena a atribuição de «assinaturas» Internet traduzidas em nomes de domínios (sistema DNS –domain names systems) gere o sistema de endereços dos Protocolos Internet (IP) e coordena estas áreas a n´vel internacional.

ICP – Instituto das Comunicações de Portugal – primeira designçaõ da actual Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

ICT – ver TIC

IDT – Investigação e Desenvolvimento Tecnológico.

Internauta – Aquele que navega na Internet (o mesmo que cibernauta).

Internet – A rede das redes internacional. Hoje, toda a gente sabe o que é.

Intranet – Rede interna de uma organização

IP – Internet Protocol - O protocolo IP teve origem em 1970 no desenvolvimento da ARPANET, rede que foi depois interligada a outras, formando em 1980 um vasto conjunto que passou a ser conhecido por Internet. O protocolo Internet fornece um serviço de transferência de dados independente da camada de ligação lógica

IPv4 – Protocolo Internet Versão 4 - criado a 1 de Janeiro de 1983, o IPv4 é um endereço de 32 bits que permite quase 4.295 milhões de endereços Internet e que chegou este ano ao seu limite, face à explosão da Internet.

IPv6 - Protocolo Internet Versão 6 - Desenvolvido em 1994, o IPv6 é um endereço de 128 bits e permite mais de 340 sextiliões de endereços (3,4 vezes 10 elevado à potência 38), o que significa que é praticamente inesgotável num futuro previsível.


IrDA – Infrared Data Association – Associação que define os standards de transmissão de dados por infravermelhos.

ISDN – Integrated Services Digital Network – ver RDIS

ISP Internet Service Provider (fornecedor de serviços Internet) – Operadores de telecomunicações que fornecem serviços de Internet a particulares e/ou empresas.

IT – Information Technology – ver TI

ITU – Internacional Telecommunications Union - ver UIT