Mercado de PC da regiãoEMEA caiu 8,9% no segundo trimestre

Publicado em 01/08/2011 00:19 em Equipamentos

O mercado de PC na região EMEA (Europa, Médio Oriente e África) contraiu-se 8,9% no segundo trimestre de 2011, para 22,09 milhões de unidades, indicou a consultora e analista do mercado IDC.

Aquela consultora, especializada no mercado de TIC – Tecnologias da Informação e Comunicações, salienta que as quebras de vendas dos fabricantes se explicam por altos níveis de existências (stocks) e uma mudança de interesse das empresas da Europa Ocidental para outros produtos.

As vendas dos fabricantes de PC na Europa Ocidental são responsáveis por esta queda, com um declínio de 20,9%, explicada pelos altos níveis de existências, fraca procura pelos consumidores (com queda de 32,2%) e pela cautela das pequenas e médias empresas (PME), enquanto as corporações continuam a renovar equipamentos.

A Europa do Sul foi a mais afectada, com fortes quebras de vendas em Espanha e Itália, enquanto a Alemanha e a França se comportaram marginalmente melhor.

Na Europa Central e de Leste, as vendas de PC cresceram 11,4% e no Médio Oriente e África aumentaram 12,2%.

A HP continuou a liderar o mercado EMEA no segundo trimestre, aumentando a sua quota de mercado para 23,0% (5,077 milhões de unidades), seguida pelo grupo Acer, que baixou 40,3% as suas vendas e viu a quota de mercado cair quase 7 pontos, para 12,8%.

A Dell reforçou a terceira posição, ficando com 11,5% do mercado, a Asus ficou em quarto com uma quota de 8,9% e a chinesa Lenovo, que há alguns anos comprou a divisão de computadores pessoais da IBM, ficou na quinta posição com 5,5% do mercado.

Ainda sem comentários