Lucros da Novabase caíram para metade no primeiro semestre

Publicado em 31/07/2011 23:16 em Empresas

Os lucros da tecnológica portuguesa Novabase caíram para ligeiramente menos de metade no primeiro semestre de 2011, ficando em 3,5 milhões de euros, e o volume de negócios baixou 3,0%, para 119,1 milhões de euros, indicou a companhia.

Em comunicado publicado no sítio da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o CEO da Novabase, Luís Paulo Salvado, indica que a empresa teve um crescimento significativo do seu negócio internacional mas que não foi suficiente para compensar a queda de facturação no mercado português.

«Fora de Portugal trabalhamos em mais de 30 países e crescemos uns expressivos 68%, sendo que a actividade internacional passou a representar perto de 18% do total», observou Luís Salvado.

O CEO explicou a deterioração da margem da Novabase pelos custos de internacionalização já previstos e pela enorme pressão competitiva, que continua a afectar sobretudo as componentes de produto.

Indicou que a área dos serviços teve um desempenho positivo, com um crescimento de 5%.

Luís Salvado adianta que, face ao significativo agravamento do contexto económico em Portugal e às incertezas sobre a sua evolução, a administração decidiu rever em baixa as suas previsões para 2011, admitindo agora um volume de negócios de 230 milhões de euros para o conjunto do ano, em que a companhia vai continuara privilegiar o crescimento internacional, a que afectará «recursos importantes».

Ainda sem comentários