Grupo Anonymous responde às detenções de alegados membros

Publicado em 09/07/2011 18:58 em Segurança Informática

Dezena e meia de pessoas foi detida na Itália e Suíça por suspeita de envolvimento com o grupo de «hacktivists» (activistas de pirataria informática) Anonymous.

No total, 32 casas foram alvo de buscas. Os detidos têm entre 15 e 28 anos, acreditando-se que diversas outras pessoas estarão a ser investigadas.

Entre os detidos em Itália estará um homem de 26 anos conhecido por «Phre», que seria um membro sénior do grupo, com capacidade para aprovar alvos a atacar, segundo a imprensa.

Uma declaração publicada pelo grupo num site Internet do Anonymous desvaloriza as detenções, afirmando que os detidos «não são perigosos piratas informáticos como os meios de comunicação social os classificam, mas pessoas» como os leitores.

«Eles foram presos enquanto protestavam pacificamente por isso [serem detidos] e invocavam os seus direitos. O nosso protesto vai continuar, mais pesado do que nunca», garante o comunicado dos Anonymous, assegurando que vão continuar no futuro a lutar pela liberdade na Internet.

Recentemente verificaram-se detenções de alegados activistas do Anonymous nos Estados Unidos, Reino Unido, Espanha e Turquia.

Os Anonymous são suspeitos de vários ataques de negação de serviço a sítios Internet de instituições governamentais e políticas e de grandes empresas.

Ainda sem comentários