Comércio electrónico em Portugal resiste à crise económica

Publicado em 05/07/2011 23:07 em Internet

A Associação do comércio electrónico (ACEPI) indica que o comércio electrónico em Portugal resistiu à crise económica e que 69% dos sites indica que o número de clientes que fez compras aumentou no primeiro trimestre de 2011.

De acordo com os resultados do Barómetro ACEPI/Netsonda, 42% dos sites afirmou que o número de clientes cresceu mais de 20%.

A sondagem indica que, nos três primeiros meses do ano em curso, dois quintos dos sites de comércio electrónico afirmam que o seu negócio cresceu mais de 20% e 16% afirma mesmo afirmam que mais do que duplicaram as suas vendas.

Os produtos mais transaccionados online em Portugal foram a electrónica/telemóveis, os livros/revistas, a informática, os DVD/vídeos, os artigos de desporto/lazer, a alimentação e bebidas e a moda/jóias/lingerie.

Das entidades que operam no business to business (B2B, comércio online entre empresas), 55% esperam manter ou aumentar o ritmo de crescimento das vendas.

Ainda sem comentários