Despesas com TIC devem crescer 7,1% em 2011

Publicado em 01/07/2011 02:01 em Destaques

As despesas mundiais com tecnologias da informação e comunicação (TIC) devem crescer 7,1% em 2011, ascendendo a 3,67 biliões de dólares (2,53 biliões de euros), prevê a consultora e analista de mercado Gartner.

A Gartner reviu em alta a sua anterior previsão de um acréscimo de 5,6% nas despesas de TIC.

Richard Gordon, vice-presidente da Gartner, citado em comunicado, assinala que o terramoto e tsunami no Japão tiveram um impacto menos negativo do que o esperado nas despesas de TI e não se confirmaram os receios de interrupções de fornecimentos dramáticas devido àquele desastre natural.

O maior crescimento, de 11,7%, deverá verificar-se no hardware destinado às tecnologias da informação (TI), com um volume de negócios de 419 mil milhões de dólares (289 mil milhões de euros) este ano, antecipa a Gartner.

A facturação mundial de software empresarial deverá crescer 9,5%, para 268 mil milhões de dólares (185 mil milhões de euros), e os serviços de TI apresentar um crescimento de receitas de 6,6%, para 846 mil milhões de dólares (584 mil milhões de euros).

A Gartner prevê que a migração para serviços de cloud permita um aumento de receitas superior a 20% nesta área em 2011, para 89 mil milhões de dólares (61,5 mil milhões de euros), podendo atingir 177 mil milhões de dólares (122 mil milhões de euros) em 2015.

A Gartner relativiza, contudo, a importância dos serviços de «cloud computing», que representaram 2% da despesa total em TI no ano passado e não deverão ir além de 5% em 2015.

As receitas do sector de telecomunicações deverão crescer 6,9% e ascender a 2,14 biliões de dólares (1,48 biliões de euros) este ano, admite aquela consultora.

Ainda sem comentários