Portugueses baixam intenções compra de informática

Publicado em 08/06/2011 23:23 em Geral

As intenções de compra de produtos de informática pelos consumidores portugueses baixaram claramente em 2011, revela o estudo «Observador Cetelem», realizado pela Cetelem, empresa especializada em crédito ao consumo.

Entre oito países europeus citados no comunicado da Cetelem, Portugal é o único país onde as intenções de compra de informática de consumo baixaram entre 2010 e 2011, sendo a tendência de todos os restantes inversa.

No ano passado, 22% dos consumidores portugueses inquiridos no estudo manifestaram a intenção de comprar material informático, percentagem que baixa para 12% este ano e é a mais baixa entre os países considerados.

No ano passado, as vendas de informática de consumo cresceram 2,4% em Portugal, salienta a Cetelem.

Dos países considerados, as intenções de compra mais elevadas de informática de consumo em 2011 verificam-se na Itália, com 27% (22% em 2010), seguida da Alemanha, com 26% (22% em 2010).

Cerca de 22% dos consumidores húngaros manifestaram a intenção de fazer compras de informática este ano (12% em 2010) e a percentagem foi de 20% na República Checa (18% no ano passado) e na Eslováquia (12% em 2010).

Em Espanha 19% das famílias indicaram pensar comprar material informático este ano, mais 3 pontos percentuais do que em 2010.

A Cetelem indica que o inquérito foi realizado em Dezembro de 2010 a pessoas maiores de 18 anos.

Ainda sem comentários