Nokia revê em baixa expectativas para segundo trimestre e 2011

Publicado em 31/05/2011 22:08 em Operadores / Serviços

A multinacional finlandesa líder mundial no fabrico de telemóveis Nokia anunciou hoje uma revisão em baixa as suas previsões de negócio na área dos terminais móveis e dos serviços no segundo trimestre, em curso, e no ano de 2011.

Em comunicado, a Nokia indica que múltiplos factores tiveram impacto mais negativo do que anteriormente esperado, que incluem a dinâmica competitiva e as tendências de mercado em categorias de diversos preços, particularmente na China e na Europa, e uma mudança no mix de produtos, com preços médios mais baixos e menores margens.

A multinacional espera agora que as suas receitas da venda de terminais e de serviços fiquem no segundo trimestre «substancialmente abaixo» do intervalo entre 6,1 mil milhões de euros e 6,6 mil milhões de euros anteriormente avançado, tanto devido à redução de vendas como a preços mais baixos.

Para o conjunto do ano de 2011, a Nokia considera que, devido à forte revisão em baixa das expectativas para o segundo trimestre, não é apropriado fazer previsões para o ano em curso e apenas as apresentará quando as circunstâncias o permitirem.

A Nokia assinala que continua a investir para desenvolver capacidades inovadoras para os smartphones Symbian e vai intensificar o seu marketing no retalho.

A companhia anuncia que começou na semana passada a fabricar os seus novos terminais «dual SIM» (que suportam dois cartões de operador num único telemóvel) e reafirma a sua aposta na plataforma Windows Phone, que chegará ao mercado no último trimestre do ano em curso.

A Nokia mantém o seu plano de redução de custos para chegar a 2013 com despesas operacionais mil milhões de euros inferiores às de 2010.

Ainda sem comentários