Lucros da Novabase caíram 44,3% no primeiro trimestre de 2011

Publicado em 27/05/2011 01:10 em Empresas

Os lucros da tecnológica portuguesa Novabase baixaram 44,3% homólogos no primeiro trimestre de 2011, para 2,2 milhões de euros, anunciou a companhia.

Em comunicado de resultados publicado no sítio Internet da CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a Novabase indica que o volume de negócios cresceu 2,2%, para 59,3 milhões de euros, 56,5% dos quais gerados pela prestação de serviços.

A facturação no estrangeiro mais do que duplicou, atingindo 12,9 milhões de euros, e passou a representar 21,8% das receitas totais, contra 10,3% nos três primeiros meses do ano passado.

Luís Paulo Salvado, presidente executivo (CEO) da Novabase, citado no comunicado, salienta que a companhia iniciou «um novo ciclo», em que «a internacionalização é o objectivo central».

Previu que o contexto económico vai continuar a ser muito exigente, o que vai requerer «um empenhamento redobrado» para cumprir os «objectivos ambiciosos» traçados para 2011.

A administração da Novabase destaca na actividade deste ano no primeiro trimestre o estabelecimento de uma parceria com a Microsoft para o fornecimento de ferramentas de produtividade num modelo de «cloud computing» (computação em nuvem), a constituição de um novo fundo de capital de risco da Novabase e, já no segundo trimestre, a aquisição da Evolvespace Solutions, do sector aeroespacial.

O número de trabalhadores da Novabase aumentou para 2 108 no primeiro trimestre, que compara com 1 929 um ano atrás.

Ainda sem comentários