PT com lucros de 129,7 milhões de euros no primeiro trimestre

Publicado em 27/05/2011 00:50 em Geral

A Portugal Telecom registou lucros de 129,7 milhões de euros no primeiro trimestre de 2011, um aumento homólogo de 29,3%, revelou hoje o operador histórico português de telecomunicações.

Em comunicado de apresentação de resultados, publicado no sítio Internet da CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a PT indica que ajustou as suas demonstrações financeiras de 2010 para reconhecerem a Vivo como operação descontinuada.

Os resultados operacionais nos três primeiros meses do ano em curso situaram-se em 149,0 milhões de euros, uma redução de 20,2% face a igual período de 2010.

As receitas operacionais recuaram 3,9% homólogos no período em análise, quedando-se em 871,1 milhões de euros. As receitas operacionais da rede fixa em Portugal baixaram 6,6% e as da TMN reduziram-se 12,4%, apesar de um aumento de 2,1% no número de clientes móveis, para 7,41 milhões.

A receita média por cliente (ARPU) da TMN baixou 14,2%, para 12,6 euros, com as receitas dos clientes a baixarem 11,7% e as receitas de interligação a caírem 30,5%.

A PT indica que as receitas dos negócios em Portugal recuaram 7,8%. Adianta que as receitas da rede fixa foram afectadas pela redução contínua do negócio de listas telefónicas, menores receitas no segmento de dados e comunicações empresariais, devido às condições económicas adversas, queda de receitas de contratos com a administração pública e redução das receitas da actividade grossista da PT.

As receitas operacionais da TMN caíram 12,4% homólogos nos três primeiros meses de 2011, para 303 milhões de euros.

No mesmo período, as despesas de capital (CAPEX, investimento) baixaram 25,0%, para 122 milhões de euros. O CAPEX da rede fixa recuou 26,7%, para 82 milhões de euros, na sequência de um esforço significativo de cobertura de fibra óptica em 2009 e 2010, e o CAPEX da TMN caiu 19,3%, para 19 milhões de euros, ficando o investimento de capital noutros negócios em 21 milhões de euros.

Os activos internacionais da PT, em base comparável, aumentaram as suas receitas em 26,7%, para 53 milhões de euros.

Ainda sem comentários