Portugal: Lares com fibra óptica aumentaram 186% em 2009

Publicado em 30/03/2010 12:49 em Destaques

O número de casas ligadas com fibra óptica passou de 14.500 no fim de 2008 para 41.500 em Dezembro de 2009, um expressivo crescimento de 186%, indicou Hartwig Tauber, director-geral do FTTH Council Europe.



Este crescimento permite a Portugal integrar o ranking do FTTH, que integra países onde pelo menos 1% dos lares dispõem de ligação em fibra óptica.



O FTTH (Fiber to the Home) Council é uma organização sem fins lucrativos, criada em 2004, que agrega 120 membros (companhias ligadas às várias áreas das telecomunicações e institutos universitários) e que visa promover e acelerar a adopção da fibra óptica.



Hartwig Tauber destacou os grandes progressos feitos por Portugal nos últimos 12 meses, o que lhe permitiu melhorar a sua posição no ranking global da FTTH.



Salientou que o ranking do FTTH Council, que será divulgado na conferência da organização que se realiza em Lisboa a 24 e 25 de Fevereiro, tem uma metodologia harmonizada que permite comparar a situação nos diversos países.



O director-geral da organização observou que os números do FTTH são muitas vezes diferentes dos utilizados pelas autoridades nacionais porque cada governo utiliza conceitos diferentes nas suas estatísticas.



A FTTH estima que no fim do ano passado Portugal tinha 1,15 milhões de casas passadas com fibra óptica (casas que potencialmente podem aceder à tecnologia, ainda que muitas não a tenham subscrito), um crescimento de 475% face a um ano antes.



Tauber destacou que três actores do mercado português estão profundamente envolvidos no desenvolvimento da fibra óptica: a Portugal Telecom, a Sonaecom e a Zon.



Questionado sobre se o preço elevado das ligações domésticas de fibra óptica não será um obstáculo ao crescimento dos lares com fibra óptica, o director-geral do FTTH disse ao “Falar de Tecnologia” que as novas tecnologias têm na fase inicial preços elevados, mas tornam-se mais baratas a curto prazo com a sua massificação.



Apesar dos progressos feitos, Portugal continua muito longe de outros países como alguns asiáticos ou mesmo do Norte da Europa.



Considerando as ligações de fibra óptica FTTH e FTTB (fibra até à entrada dos edifícios), a Coreia do Sul tem já 45% das casas com fibra, Hong Kong 33%, o Japão 30% e Taiwan 18%, indicou o dirigente do FTTH Council.



Acrescentou que a Suécia lidera na Europa, com a fibra a chegar a 12% das casas, seguindo-se a Noruega (10%) e a Eslovénia (8%).



Hartwig Tauber destacou que a fibra óptica, permitindo velocidades de transmissão muito elevadas e sendo simétrica (permite oferecer velocidades de importação e de exportação de dados iguais) vai permitir maiores níveis de interactividade e o acesso a novos serviços e conteúdos.

Ainda sem comentários