Mais de metade do software em Portugal é pirateado

Publicado em 19/05/2011 01:04 em Software

A Associação Portuguesa de Software (Assoft), citando um estudo da Business Software Alliance, estima que 52% do software utilizado em computadores pessoais (PC) em Portugal em 2010 era pirateado.

O estudo da BSA estima que a pirataria informática fez o sector produtor de software perder 58,8 mil milhões de dólares (41,2 mil milhões de euros) no ano passado a nível mundial e 159,5 milhões de euros em Portugal.

A Assoft afirma que a pirataria originou uma quebra de 36,7 milhões de euros de receitas de IVA para o Estado português.

O estudo da BSA, uma associação internacional que representa a indústria produtora de software, indica que entre as 116 economias analisadas foi identificada uma diminuição do uso de software não legalizado em 51 e um aumento em 15, ficando a taxa média de pirataria informática nos computadores pessoais em 42%, um ponto percentual abaixo da registada em 2009.

A taxa média de utilização de software não legalizado em PC é de 64% na Europa de Leste e Central e na América Latina, 60% na Ásia/Pacífico, 58% na África e Médio Oriente, 35% na União Europeia, 33% na Europa Ocidental e 21% na América do Norte.

Os países europeus com as mais baixas taxas de utilização de software pirata são o Luxemburgo (20%) e a Bélgica e Suécia (25%).

Ainda sem comentários