Lucros da Novabase caíram 44,3%, para 2,2 milhões de euros

Publicado em 12/05/2011 00:50 em Empresas

Os lucros da tecnológica nacional Novabase baixaram 44,3% no primeiro trimestre de 2011, recuando para 2,2 milhões de euros.

Em comunicado publicado no sítio Internet da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, a Novabase indica que o volume de negócios cresceu 2,2% no período em análise, para 59,3 milhões de euros.

A Novabase sublinha que o primeiro trimestre foi marcado por um agravamento do contexto macroeconómico em Portugal, que afectou os investimentos do sector público e privado.

Luís Salvado, CEO da Novabase, citado no comunicado, salienta que os resultados líquidos foram penalizados pelo agravamento dos resultados financeiros e pela rubrica de interesses em que a Novabase não tem uma participação de controlo.

Luís Salvado salienta que a internacionalização é o objectivo central da Novabase, uma aposta adequada atendendo ao comportamento do mercado nacional.

Acrescenta que o crescimento do volume de negócios só foi possível pelo aumento do negócio internacional, que mais do que duplicou, crescendo 115%, para 12,9 milhões de euros, e passou a representar 22% do negócio total,

O número médio de trabalhadores da Novabase no primeiro trimestre aumentou 9,3% homólogos, para atingir os 2 108, que compara com 1 929 um ano antes.

Ainda sem comentários