O IPv6 significa sobrevivência da Internet

Publicado em 24/03/2011 01:02 em Internet

A Cisco salientou hoje que o IPv6 representa a sobrevivência da Internet tal como a conhecemos, num seminário para clientes empresariais organizado a propósito do esgotamento da versão 4 do Protocolo Internet (IPv4).

A Internet Assigned Numbers Authority (IANA) distribuiu no início de Fevereiro pelas cinco organizações regionais que a integram os últimos endereços IPv4 de que ainda dispunha e que deverão esgotar-se até ao fim do ano em curso.

Enquanto o IPv4, criado a 1 de Janeiro de 1983, é um endereço de 32 bits que permite quase 4.295 milhões de endereços Internet, o IPv6, desenvolvido em 1994, tem 128 bits e permite mais de 340 sextiliões de endereços (3,4 vezes 10 elevado à potência 38), o que significa que é praticamente inesgotável num futuro previsível.

No seminário, os responsáveis da Cisco sublinharam que o IPv6 não é retro compatível com o IPv4 mas tem mecanismos para endereçar a transição de IPv4 para IPv6, o que permitirá a coexistência dos dois protocolos Internet.

A Cisco destacou o estabelecimento do dia mundial do IPv6, que se comemora a 8 de Junho de 2011, onde muitas organizações irão oferecer os seus conteúdos em IPv6, e revelou que a maioria dos operadores de comunicações Internet está pronta ou em fase de testes para oferecer endereços IPv6 aos seus clientes.

Como razões para as empresas optarem pelo acesso à Internet em IPv6, a Cisco apontou um posicionamento de liderança e inovação, o acesso a conteúdos IPv6 e a aplicações futuras que estarão disponíveis exclusivamente nesse protocolo.

A Cisco indica que, embora os protocolos Internet (v4 e v6) estejam relacionados com a Internet e não com a rede interna da maioria das empresas, a adopção do IPv6 nas redes empresariais apresenta também um conjunto de vantagens.

Ainda sem comentários