Unisys prevê reforço de segurança dos dispositivos móveis

Publicado em 25/02/2011 15:24 em Segurança Informática

A Unisys prevê para 2011 um reforço do investimento em protecção dos dispositivos móveis, com a explosão do uso de dispositivos móveis e suas aplicações no local de trabalho e o aumento do crime informático.

Em comunicado, a Unisys admite que este ano haverá um incremento da utilização de processos biométricos de segurança dos dispositivos móveis, que garantem que os dados só podem ser acedidos por uma pessoa determinada, da encriptação de dados para operações sensíveis e de sistemas de segurança de acesso baseados em localização geográfica.

A multinacional de informática sublinha que a tendência de aumento do consumo de tecnologias da informação criou vulnerabilidades fora do perímetro da rede das organizações, com muitos profissionais a esbaterem as fronteiras entre o trabalho e a casa no uso de dispositivos móveis de consumo.

Por outro lado, os empregadores não conhecem exactamente as tecnologias que os trabalhadores utilizam nesses dispositivos, o que deverá levar as empresas a reavaliarem as suas políticas de segurança e a ampliarem nas para além dos limites da empresa, particularmente no domínio da autenticação dos utilizadores e da encriptação de dados.

A Unisys admite, também, que na sequência de recentes incidentes terroristas que envolveram carga aérea, haverá uma tendência para apertar a verificação da identidade das pessoas que acedem a áreas restritas de portos, recordando que 90% do comércio internacional é feito por via marítima.

A multinacional norte-americana espera que este ano as organizações comecem a usar tecnologias avançadas de segurança baseadas em sistemas de localização por satélite GPS, que permitem aos gestores de TI desactivar as permissões de acesso de trabalhadores a informação ou operações sensíveis quando estes se encontrem em zonas consideradas de maior risco de segurança, como espaços públicos.

Ainda sem comentários