Despesa em tecnologia excedeu expectativas em 2010

Publicado em 17/02/2011 19:59 em Destaques

A despesa mundial em tecnologias da informação (TI) cresceu 8% homólogos em 2010, à maior taxa desde 2007, excedendo as expectativas, indicou a consultora tecnológica IDC.

O relatório da IDC indica que o investimento mundial em tecnologias da informação excedeu 1,5 biliões de dólares (1,1 biliões de euros), dinamizado pela actualização de hardware e investimentos em infra-estruturas, após o abrandamento de 2009 (queda de 4%) devido à crise económica e financeira.

A despesa em tecnologias da informação e comunicações (TIC) cresceu 6%, para quase 3,0 biliões de dólares (2,2 biliões de euros).

A despesa em hardware (equipamentos informáticos) foi a que mais aumentou no ano passado, com um acréscimo de 16%, o maior desde 1996, para mais de 661 mil milhões de dólares (486 mil milhões de euros).

Stephen Minton, vice-presidente da IDC para os mercados de TI, assinala que o aumento das despesas de TI foi superior ao esperado, tal como aconteceu com o crescimento da economia mundial.

Acrescentou que muitas organizações aproveitaram a melhoria do clima económico e dos lucros das organizações para recuperarem o atraso e investirem na actualização de sistemas e infra estruturas críticas.

Embora os riscos macroeconómicos continuem presentes, 2011 inicia-se com uma reanimação da indústria de tecnologias, sublinhou Minton, observando que o ritmo de recuperação foi mais acentuado do que o que seguiu a outras crises económicas, apesar da severidade da crise financeira de 2008/2009.

A IDC espera que em 2011 as despesas em TI subam 7%, para 1,65 biliões de dólares (1,21 biliões de euros), com aumento de 10% no investimento em hardware e crescimentos de 5% na despesa em software e de 4% nos serviços.

No ano passado, o investimento em TI progrediu 6% nos Estados Unidos, na Ásia/Pacífico (excluindo Japão) aumentou 13%, e verificaram-se também crescimentos a dois dígitos na Europa central e de Leste, na América Latina e na África e Médio Oriente.

Outros mercados maduros, como a Europa Ocidental, o Japão e o Canadá, apresentaram crescimentos mais fracos em 2010, mais próximos do verificado nos EUA, indica a IDC.

Para 2011, a IDC prevê que o investimento em TI cresça 5% nos Estados Unidos e 10% na região Ásia/Pacífico (excepto Japão).

Ainda sem comentários