Dell Portugal anuncia acordo com Tech Data

Publicado em 19/01/2011 21:57 em Empresas

O Director-geral da Dell em Portugal, João Albuquerque, anunciou hoje um acordo para a Tech Data ser distribuidor e oferecer aos clientes da marca Dell em Portugal uma gama completa de soluções.

Em encontro com a imprensa, João Albuquerque afirmou que o acordo permitirá aos revendedores da Dell em Portugal ter «acesso a produtos de elevada qualidade da Dell e aos reconhecidos serviços e conhecimentos da Tech Data».

João Albuquerque assinala que, com o acordo estabelecido com o distribuidor global de tecnologias de informação e serviços de gestão logística Tech Data, a Dell passou desde terça-feira a ter dois distribuidores em Portugal, contando ainda com 12 parceiros.

Observou que, depois da Dinamarca, Portugal foi o segundo país europeu a estabelecer um acordo de distribuição com a Tech Data.

Adiantou que o modelo de negócio da Dell em Portugal é a venda directa a grandes e médias empresas (com 100 ou mais trabalhadores), gerida pela Dell Commercial Business e que representa 40% do negócio no país, e a colocação através de parceiros dos produtos da marca destinados a pequenas empresas e ao consumo, que representa 60% da facturação em Portugal.

Citando dados da consultora tecnológica IDC, João Albuquerque afirmou que no terceiro trimestre de 2010 a Dell duplicou as suas vendas de computadores de secretária e registou um crescimento de 160% nos servidores.

Acrescentou que os dados preliminares da IDC estimam que as vendas de computadores de secretária da Dell mais do que duplicaram no quarto trimestre do ano passado, atingindo uma quota de mercado de 33%.

Para exemplificar o volume de informação gerado actualmente no mundo, o director-geral da Dell disse que desde a pré-história até 2003 foram gerados 5 hexabytes de informação no planeta, hoje produz-se essa quantidade de informação a cada dois dias.

Explicou que um hexabyte corrresponde a 15 milhões de vezes toda a informação contida nos livros editados desde a antiguidade até hoje em todo o mundo.

Na sua apresentação, João Albuquerque adiantou que a despesa anual em tecnologias da informação ascende a 1,5 biliões de dólares (1,11 milhões de milhões de euros), dos quais 60% são dispendidos em manutenção dos sistemas, 30% em processamento da informação e só 10% em inovação,

Ainda sem comentários