Receitas da Sonaecom crescem 27,3% no primeiro semestre

Publicado em 30/07/2019 13:08 em Geral

O volume de negócios consolidado da Sonaecom, holding do grupo Sonae para as tecnologias, comunicações e media, cresceu 27,3% homólogos no primeiro semestre, atingindo 100.5 milhões de euros, anunciou o grupo.

Em comunicado de resultados, a Sonaecom indica que numa base comparável a facturação cresceu 12,9% homólogos, assumindo as mesmas empresas nas primeiras metades dos anos de 2018 e 2019, e recorda que em Março a Sonae IM vendeu a totalidade do capital da Saphety.

Os lucros da Sonaecom caíram 67,0% homólogos no primeiro semestre deste ano, recuando para 16,5 milhões de euros.

As receitas de serviços cresceram 22,0%, para 50,4 milhões de euros, e as vendas aumentaram 33,1%, para 50,2 milhões de euros.

Os custos com pessoal cresceram 35,2%, para 37,3 milhões de euros.

A holding indica que na área de tecnologia o volume de negócios cresceu 29,7%, para 92,8 milhões de euros, e que as receitas internacionais representam já quase metade (46,9%) da facturação desta área.

A Sonaecom revela que, a par com dezena e meia de participações minoritárias, a área das tecnologias abrange a Bright Pixel e o Fundo Vector, que controla cinco empresas - WeDo, Technologies, S21sec, Bizdirect, Inovretail e Excelium -, que têm 51,8% dos seus 1279 trabalhadores fora de Portugal.

A WeDo, líder mundial em Revenue Assurance e Fraud Management, tem 180 clientes operadores de telecomunicações em mais de uma centena de países e gera 78,8% da sua facturação fora de Portugal, assinala a Sonaecom.

Ainda sem comentários