CE investiga AMAZON por eventual conduta contra concorrência

Publicado em 17/07/2019 22:34 em Internet

A Comissão Europeia (CE) anunciou hoje a abertura de uma investigação formal à Amazon por possível conduta anti-competitiva.

Em causa está, segundo a Comissão, os acordos standard entre a Amazon e os seus vendedores independentes, que permitem à Amazon analisar e utilizar os dados de venda a terceiros dos seus vendedores independentes, que trabalham também com outras empresas.

A Amazon vende directamente os seus produtos aos consumidores na Internet mas também permite que vendedores independentes usem a sua plataforma Internet para fazerem vendas online.

A Comissária com o pelouro da concorrência, Margrethe Vestager, salienta que os cidadãos europeus compram cada vez mais na Internet e é preciso garantir que as grandes plataformas online não assumem comportamentos que eliminam os benefícios competitivos do comércio electrónico.

Acrescenta que ao permitir que vendedores independentes usem a plataforma da Amazon recolhendo informações sobre essas vendas poderá estar a obter vantagens concorrência.

A Comissária assinala que as informações preliminares parecem indicar o uso de informação sensível dos vendedores independentes que usam a sua plataforma pondo em causa a concorrenciais.

A Comissão adianta que se for provado as práticas da Amazon violam as regras da concorrência, será considerado que se trata de um abuso de posição dominante.

Ainda sem comentários