Administração grupo Renault desapontada falhar fusão com FCA

Publicado em 06/06/2019 22:20 em Notícias economia

O Conselho de Administração do Grupo Renault manifestou-se desapontada com a impossibilidade de aprofundar um fusão com o grupo Fiat/Chrysler (FCA) depois de os representantes doestado francês no Conselho terem reclamado o adiamento da decisão.

Em duas notas hoje divulgadas, o CA do Grupo Renault agradece à Nissan (que faz parte da aliança Renault/Nissan) a abordagem construtiva à proposta e à FCA pelos esforços empreendidos.

Acrescenta que a proposta da FCA é oportuna, com um impacto muito positivo a nível industrial, é financeiramente atractiva e criaria um grupo líder mundial no sector automóvel sedeado na Europa.

O CA da Renault continua a ver com interesse a proposta da FCA para uma potencial fusão 50/50 entre os grupos Renault e FCA.

O grupo FCA vendeu no ano passado quase 4,8 milhões de veículos, facturou 110 mil milhões de euros e investiu 3,5 mil milhões de euros em investigação e desenvolvimento (I&D), tem 102 fábricas e 46 centros de I&D e emprega cerca de 199 mil trabalhadores.

A FCA detém as marcas automóveis Abarth, Alfa Romeo, Chrysler, Dodge, Fiat, Fiat Professional, Lancia, Jeep. Maserati e RAM.

O grupo Renault vendeu em 2018 quase 3,88 milhões de automóveis, dos quais 1,92 milhões na Europa, teve receitas de 57,4 mil milhões de euros, das quais 54,2 mil milhões de euros em vendas de automóveis, emprega 183 mil trabalhadores e detém as marcas Renault, Dacia, RSM – Renault Samsung Motors, Lada e Alpine.

No entanto, a Renault integra a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, agrupamento que lidera a produção mundial de automóveis, com mais de 10,75 milhões de viaturas vendidas, emprega 450 mil trabalhadores e tem um total de 122 fábricas.

Além das marcas do grupo Renault, tem as marcas Nissan, Datsun, Mitsubishi, Infiniti e Venucia.

A Renault detém 43,4% de participação directa no capital da Nissan e a Nissan tem uma participação de 15% no capital da Renault e de 34% na Mitsubishi.

Ainda sem comentários