Facturação Novabase cresceu 6%, em linha com objectivos

Publicado em 20/02/2019 23:15 em Empresas

O volume de negócios da Novabase cresceu 6% no ano passado, para 148,7 milhões de euros, e atingiu os objectivos para 2018, revelou a empresa.

Em comunicado de resultados, a Novabase observa que sem a nova norma IFRS 15 a receita teria aumentado cerca de 2%, adiantando que mesmo sem o impacto positivo da nova norma os objectivos seriam atingidos.

Os lucros da empresa ficaram praticamente ao nível de 2017, em 4,7 milhões de euros, com uma redução de 1%.

João Nuno Bento, novo presidente executivo (CEO) da empresa, citado no comunicado, salienta que, após um primeiro semestre operacionalmente muito difícil, o esforço de recuperação no segundo semestre permitiu à Novabase atingir os seus objectivos.

João Bento indica que a Comissão Executiva e o Conselho de Administração da Novabase estão actualmente a fazer «uma reflexão estratégica profunda» sobre o futuro da empresa, que será oportunamente comunicada ao mercado.

A actividade internacional representou, tal como em 2017, 54% das receitas totais da companhia no ano passado, com 80,9 milhões de euros, um aumento de 7,1%, e os 55,6 milhões de euros (mais 7%) facturados na Europa representaram mais de dois terços (69%) da actividade não doméstica.

O número médio de trabalhadores cresceu 3% em 2018, para 2085, com os 231 trabalhadores internacionais (mais 9% do que no ano anterior), a representarem já 11% do emprego na companhia.

Ainda sem comentários