Pernoitas turistas em Portugal cresceram abaixo média da UE

Publicado em 23/01/2019 23:50 em Notícias economia

As pernoitas totais de turistas em estabelecimentos hoteleiros no ano passado em Portugal cresceram 1,7%, para 73,3 milhões, abaixo do aumento médio de 2,2% na União Europeia (UE), revelou o Departamento de Estatísticas das Comunidades Europeias (Eurostat).

As dormidas de turistas em Portugal foram sustentadas pelo crescimento de 5,5% das pernoitas de residentes (24,4 milhões), enquanto as dormidas de não residentes em Portugal baixaram 0,1%, para 48,8 milhões, de acordo com o Eurostat.

Segundo o Eurostat, os países com maiores crescimentos no número total de pernoitas de turistas (incluem viagens de negócios) foram registados na Letónia (mais 8,3%), Lituânia (7,7%), Malta (6,5%), Polónia (5,8%), Roménia (5,5% e Bélgica (5,5%). As dormidas de turístas baixaram no Luxemburgo (menos 4,3%), na Irlanda (menos 1,5%) e em Espanha (menos 0,9%).

As maiores percentagens de residentes no total de dormidas turísticas registaram-se na Roménia (81%), na Polónia (80%), na Alemanha (79%) e na Suécia (74%), acrescenta.

O Eurostat indica que quase todos os Estados membros tiveram acréscimos de dormidas de residentes no país, com excepção da Grécia (menos 7,3%) e do Luxemburgo (menos 4,5%).

Quanto às dormidas de não residentes, apenas caíram na Irlanda (menos 7,4%), no Luxemburgo (menos 4,2%), em Espanha (menos 1,6%) e em Portugal, com uma queda marginal de 0,1%.

Os países com maior número absoluto de dormidas de turistas foram em 2018 a Espanha (467 milhões), a França (443,5 milhões), a Itália (428,7 milhões), a Alemanha (418,5 milhões) e o Reino Unido (350,7 milhões).

Quantos às pernoitas de não residentes, a Espanha volta a liderar, com 300,9 milhões, seguida da Itália (214,1 milhões), da França (141,3 milhões) e do Reino Unido (133,5 milhões).

Ainda sem comentários