Vendas telemóveis cresceram 12% no III trimestre em Portugal

Publicado em 16/12/2010 23:34 em Equipamentos

As vendas de telemóveis em Portugal atingiram 1,595 milhões de terminais no terceiro trimestre de 2010, um aumento de 12% face ao mesmo período do ano passado, indica um relatório da empresa de estudos e consultoria tecnológica IDC.

Os 251 mil smartphones vendidos no trimestre passado representam um acréscimo homólogo de 82%, enquanto o segmento de telefones tradicionais cresceu apenas 4%, correspondentes a 1,34 milhões de unidades vendidas, com uma dinâmica comercial apoiada em terminais de gama baixa e custo reduzido.

Nas vendas totais do terceiro trimestre, incluindo smartphones e telemóveis tradicionais, a Nokia lidera com 603 mil telefones vendidos (mais 17% homólogos) e uma quota de mercado de 38%, seguindo-se a Samsung com 463 mil unidades vendidas (menos 6%) e uma quota de mercado de 28%, e os terminais com marca Vodafone, com 159 mil unidades colocadas (mais 33%) e uma quota de 10% do mercado, indica a IDC.

No segmento de smartphones, a Nokia também lidera com 114 mil unidades vendidas (mais 39%), mas a quota de mercado caiu 14 pontos percentuais num ano, para 45% no terceiro trimestre de 2010.

Seguem-se a Samsung com 28 mil unidades vendidas (14 vezes mais do que no terceiro trimestre de 2009) e 11% de quota de mercado e a SonyEricsson, que multiplicou as suas vendas de smartphones por 24, para 24 mil unidades, garantindo uma quota de 10% do mercado português.

Quanto aos smartphones, a IDC sublinha que em apenas dois anos o sistema operativo Android, da Google, tornou-se na segunda maior plataforma de smartphones, com 34% de quota de mercado, apenas excedida pela Symbian, utilizada pela Nokia, sistema que detém 48% do mercado.

No entanto, a IDC prevê que a partir da segunda metade de 2011 o sistema operativo da Google será aquele que equipa maior número de smartphones vendidos em Portugal, ultrapassando a Symbian.

Ainda sem comentários