Receitas da Primavera cresceram 12% em 2017

Publicado em 05/04/2018 23:04 em Empresas

A tecnológica portuguesa Primavera, fabricante de software de gestão para empresas, anunciou que o seu volume de negócios cresceu 12% no ano passado, atingindo 22,3 milhões de euros.

Em comunicado de resultados, a tecnológica de Braga indica que os resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) ascenderam 3,6 milhões de euros.

O co-CEO da Primavera, José Dionísio, citado no comunicado, considera que tendo em conta as dificuldades sentidas nos mercados de Angola e Moçambique e a desvalorização das moedas locais, o que afectou de forma assinalável a companhia, o ano passado «acabou por ser bem positivo para a Primavera».

A tecnológica adianta que está presente em mais de duas dezenas de países e que reforçou a presença nos mercados internacionais, particularmente nos países anglo saxónicos e na América Latina.

Acrescenta que em Portugal a aposta na inovação e desenvolvimento permitiu um aumento de 60% no negócio «cloud» da empresa, num ano em que a Primavera lançou o JASMIN, uma solução na nuvem destinada às micro-empresas.

A Primavera emprega três centenas de trabalhadores altamente qualificados e tem cerca de 40 mil clientes.

Ainda sem comentários