Facturação Novabase cresceu em linha com esperado em 2017

Publicado em 24/02/2018 00:05 em Segurança Informática

O volume de negócios da tecnológica Novabase cresceu 3% no ano passado, para 139,7 milhões de euros, ficando praticamente em linha com as previsões da empresa, indicou a companhia.

Em comunicado de resultados, a tecnológica nacional indica que os seus lucros no ano passado desceram para metade, ficando em 4,8 milhões de euros, o que a gestão da Novabase considera dever-se a «situações atípicas» ocorridas no ano de 2016, nomeadamente a mais valia com a alienação do negócio de Infrastructures & Managed Services (IMS).

A maioria da facturação continuou a ser gerada no estrangeiro (54% do total), mas o seu peso desceu em comparação com os 59% de 2016. No ano passado as receitas geradas fora de Portugal foram de 75,5% milhões de euros, abaixo dos 79,4 milhões de euros de 2016, enquanto o peso do negócio nacional subiu de 41% para 46%.

A companhia adianta que a Europa reforçou o seu peso no negócio internacional da Novabase e representou 69% do negócio gerado no estrangeiro.

O presidente da Novabase, Luís Salvado, citado no comunicado, salienta que a aposta na especialização da oferta da empresa foi conseguida através de significativos investimentos em investigação e desenvolvimento (I&D) mas também através da utilização de «metodologias centradas nas pessoas, como o Design Thinking e a gamificação».

Salvado salientou que 2017 foi marcado pelo regresso da Novabase ao PSI 20, possibilitando uma maior visibilidade do título, e indica que irá propor o pagamento de um dividendo de 15 cêntimos por acção.

O presidente da companhia anuncia que em 2018 a Novabase prosseguirá as transformações do seu negócio, quer do ponto de vista da diversificação geográfica do risco, quer em relação aos investimentos nas ofertas de produtos e serviços, estratégia que no curto prazo irá limitar o crescimento e a rentabilidade mas «potenciará o acesso futuro a negócios de maior qualidade e sustentabilidade».

O número médio de trabalhadores da Novabase desceu de 2484 em 2016 para 2032 no ano passado, situação que a empresa explica principalmente pela alienação do negócio de IMS no final de 2016. Em 2017, os 211 trabalhadores internacionais da companhia ultrapassaram 10% do emprego total.

Ainda sem comentários