Windows Movie Maker fraudulento espalha-se rapidamente

Publicado em 23/11/2017 23:45 em Segurança Informática

A empresa de segurança informática ESET anunciou que uma versão modificada do Windows Movie Maker, cujo objectivo é extrair dinheiro a utilizadores menos atentos, tem sido distribuída com um êxito surpreendente nos últimos tempos.

Em comunicado, a ESET sublinha que o esquema, já existente, foi impulsionado recentemente graças à optimização para motores de busca do sítio Internet dos impostores, bem como à grande procura do verdadeiro Windows Movie Maker, que foi descontinuado em Janeiro passado.

Acrescenta que o sítio que está a espalhar o software modificado é o «Windows-movie-maker.org», que é um dos primeiros resutados que se obtêm quando se pesquisa por Movie Maker ou por Windows Movie Maker nos dois motores de busca mais usados do mundo, o Google e o Bing (da Microsoft).

A ESET explica que quando os utilizadores instalam o software fraudulento deparam-se com um Movie Maker aparentemente funcional mas, ao contrário da versão oficial e gratuita da Microsoft, apresenta-se como uma versão de teste que precisa de ser actualizada para a versão completa para fornecer todas as funcionalidades.

O software pede repetidamente ao utilizador que actualize para a versão completa, tanto quando o programa é iniciado, como quando se tenta gravar um documento, pedindo 29,95 dólares para a falsa actualização, preço que é apresentado como incluindo um desconto de 25%.

Ainda sem comentários