Receitas e lucros da Apple em crescem no ano fiscal 2017

Receitas e lucros da Apple em crescem no ano fiscal 2017Publicado em 04/11/2017 00:33 em Indústria

A Apple anunciou que o seu volume de negócios cresceu 10,9% no ano fiscal 2017, terminado a 30 de Setembro, para 229,23 milhões de dólares (197,41 milhões de euros).

Em comunicado de resultados, a marca da maçã revela que no último ano fiscal os seus lucros subiram 5,8%, para 48,35 milhões de dólares (41,64 milhões de euros) e os resultados operacionais aumentaram 2,2%, para 61,34 milhões de dólares (52,82 milhões de euros).

A Apple indica que no quarto trimestre do ano fiscal 2017 registou um recorde de facturação, de 52,58 milhões de dólares (45,28 milhões de euros), um acréscimo homólogo de 12%, e as mais altas receitas de serviços de sempre, num valor de 8,50 milhões de dólares (7,32 milhões de euros), um aumento de 34%.

As receitas de vendas de iPhones progrediram 2% no último trimestre fiscal 2017, para 28,85 milhões de euros (24,84 milhões de euros), as de iPads aumentaram 14%, para 4,83 milhões de dólares (4,16 milhões de euros) e as de computadores Mac subiram 25%, para 7,17 milhões de dólares (6,17 milhões de euros).

Por regiões, no quarto trimestre fiscal as receitas da Apple aumentaram 20% na Europa, para 13,0 milhões de dólares (11,2 milhões de euros), cresceram 14% no continente americano, para 23,10 milhões de dólares (18,89 milhões de euros), subiram 12% na China, para 9,80 milhões de dólares (8,44 milhões de euros), caíram 11% no Japão, para 3,86 milhões de dólares (2,42 milhões de euros) e aumentaram 5% no resto da Ásia/Pacífico, atingindo 2,81 milhões de dólares (2,42 milhões de euros).

A Apple indica que no ano fiscal 2017 investiu em investigação e desenvolvimento 11,58 milhões de dólares (9,97 milhões de euros), um aumento de 15,3%, e que no quarto trimestre as suas despesas com I&D ascenderam a 3,30 milhões de dólares (2,58 milhões de euros), um acréscimo de 16,2%.

Ainda sem comentários