Facturação da Huawei cresceu 15% no primeiro semestre

Facturação da Huawei cresceu 15% no primeiro semestrePublicado em 31/07/2017 21:09 em Indústria

O fabricante chinês de equipamentos de redes de telecomunicações e de consumo Huawei anunciou que o seu volume de negócios aumentou 15% no primeiro semestre, para 283,1 mil milhões de yuan (35,82 mil milhões de euros).

Em comunicado de resultado, a Huawei indica que o seu grupo de negócios de consumo registou um crescimento de 36,2% do seu volume de negócios na primeira metade de 2017, para 105,4 mil milhões de yuan (13,3 mil milhões de euros).

A Huawei indica que nos primeiros seis meses do ano em curso vendeu 73,01 milhões de smartphones, um aumento homólogo de 20,6%, e que conseguiu uma quota de 9,8% do mercado mundial nos três primeiros meses do ano, com 22,1% no mercado chinês.

A consultora e analista de mercados Canalys Research estima que a Huawei vendeu mais de 23 milhões de telemóveis no mercado doméstico e liderou as vendas na China pelo segundo trimestre consecutivo, seguida pela Oppo (21 milhões, um acréscimo de 37%), num trimestre em que o mercado chinês caiu 3%, para 113 milhões de unidades, após seis trimestres consecutivos a crescer.

A Canalys indica que em terceiro lugar surge a vivo, com 16 milhões de dispositivos vendidos, e em quarto a Xiaomi, que ultrapassou a Apple, relegada para quinto lugar, e produziu mais de 15 milhões de dispositivos.

Richard Hu, CEO do negócio de consumo da Huawei, destacou que a companhia continuou a apresentar , um extraordinário crescimento, ultrapassando a média da indústria e penetrando no mercado de smartphones de gama alta em todo o mundo.

A Huawei indica que, em paralelo com o crescimento da marca a nível internacional, pretende aumentar a sua rede de retalho internacional para atingir um total de 56 mil lojas em todo o mundo a comercializar os dispositivos Huawei.

Ainda sem comentários