Um quarto empresas mundo atacadas Maio por Fireball ou WannaCry

Publicado em 24/06/2017 00:32 em Segurança Informática

A empresa de segurança informática Check Point estima que mais de uma em cada quatro empresas no mundo foi atacada em Maio pelos malwares Fireball ou Wannacry.

Em comunicado, a Check Point que as três principais famílias de malware que atacaram em Maio redes por todo o mundo nunca tinham sido detectadas antes.

O Índice de Ameaças da Check Point adianta que dois desses softwares maliciosos eram ameaças dedia zero: o Fireball teve impacto em um quinto das empresas de todo o mundo e o RoughTed atacou 16% das empresas.

No entanto, a companhia de segurança informática norte-americana destaca que o Fireball e o Wannacry, um ransomware que afectou 8% das empresas, espalharam-se muito rapidamente por todo o mundo.

Revela que o Fireball toma o controlo dos motores de busca afectados e transforma-os em «zombies» para que sejam utilizados numa ampla variedade de acções, desde o download de mais malware atéao sequestro de credenciais valiosas.

A Check Point assinala que o Fireball, o Rough Ted e o Wannacry foram as três famílias de malware mais activas em Porugal.

Em relação ao malware para dispositivos móveis, a companhia destaca o Hummingbad, um software malicioso para Android que introduz um rootkit permanente no dispositivo, instala aplicações fraudulentas e, com pequenas modificações, permite ataques adicionais como a instalação de «Key-loggers» (que registam as teclas que são premidas) e roubo de credenciais.

O Hiddad é também um malware para Android que adultera as aplicações legítimas e as disponibiliza numa loja de terceiros, tendo como principal função mostrar anúncios mas que permite também acesso a informações sensíveis.

Por último, a companhia cita a Triada, para dispositivos móveis Android que garante privilégios para descarregar malware.

Ainda sem comentários