Web Summit inaugura primeiro escritório internacional em Lisboa

Publicado em 27/04/2017 00:10 em Empresas

A empresa irlandesa Web Summit, que realiza as conferências internacionais de tecnologia Web Summit, abriu hoje em Lisboa o seu primeiro escritório fora da Irlanda no edifício Techris House, remodelado pela PT para apoio a startups no âmbito do Programa Enter.

Paddy Cosgrave, CEO da empresa Web Summit, indicou que a localização do novo escritório em instalações da PT é provisória, até estar pronto o Hub Criativo do Beato, explicando esta morada provisória por a empresa irlandesa querer abrir depressa o escritório em Portugal.

Paddy Cosgrave elogiou o papel da PT como parceira tecnológica da Web Summit no ano passado, onde instalou o sistema de WiFi, que foi um «grande êxito»,

O CEO da companhia irlandesa afirmou que pretende contratar 20 trabalhadores em Portugal para o novo escritório de Lisboa, para onde vêm alguns profissionais da empresa na Irlanda, e admitiu que vai passar mais tempo em Lisboa.

Estamos a trabalhar muito e a experiência da primeira Web Summit em Lisboa foi fantástica, garantiu.

Paddy Cosgrave afirmou estar muito contente com a experiência da Web Summit em Lisboa (quer continuará na capital portuguesa em 2017 e 2018), e afirmou qua a iniciativa «até ver» fica em Lisboa, não excluindo a sua continuação em Lisboa depois de 2018.

Ironizou que se alguma coisa mudar na Web Summit de 2017 é a abertura dos trabalhos do segundo dia passar das 8:30 para as 9:30 horas.

Para este ano a empresa organizadora espera mais de 60 mil participantes de mais de centena e meia de países, mas Cosgrave admitiu um maior número de presenças, apontando como objectivo uma maior participação de mulheres e admitindo que haverá em 2017 uma presença bastante maior de chineses no evento.

A Web Summit anunciou hoje que, para assinalar a abertura do escritório em Lisboa, durante 24 horas, que terminam às 13:00 de quinta-feira, dia 27, disponibiliza bilhetes para o evento com 50% de desconto, sem limite de número.

Interrogado sobre uma visita aos Açores, Paddy Cosgrave sublinhou que há muitos eventos menores em torno da Web Summit (que se realizou inicialmente em Dublin) e que está a explorar localizações em Portugal para eventos em torno daquela grande iniciativa.

Cosgrave considerou espantosa a forma como Lisboa se está a desenvolver, afirmando que a capital portuguesa é uma das cidades mais atractivas da Europa, com um número crescente de startups e uma reputação internacional em crescendo.

Considerou que no ano passado o governo português foi um «apoiante tremendo» da realização da Web Summit em Lisboa.

Além da Web Summit, o evento principal da companhia irlandesa do mesmo nome, a empresa realiza outros eventos globais de tecnologia de menor dimensão como o Collision (Estados Unidos), o RISE (Hong Kong) e o MoneyConf, em Madrid.

Ainda sem comentários