Android ultrapassa Windows como sistema operativo mais usado na Internet

Publicado em 12/04/2017 23:14 em Software

A consultora e analista da Web StatCounter anunciou que o Android ultrapassou em Março pela primeira vez o Microsoft Windows como o sistema operativo mais utilizado na Internet.

Aodhan Cullen, CEO da StatCounter, classifica o facto como «o fim de uma era» e indica que em Março o Android se tornou no sistema operativo mais utilizado na Internet, com uma quota de 37,93%, marginalmente acima dos 37,91% do sistema operativo da Microsoft.

Observa que isto marca o fim da liderança mundial da Microsoft no mercado de sistemas operativos, que conquistou na década de oitenta do século XX, e representa um feito para o Android, que há cinco anos tinha uma quota que não ia além dos 2,4% do uso global de Internet.

Cullen salienta que aquela evolução se deve ao grande crescimento do uso de smartphones para aceder à Internet e ao peso esmagador do Android nos smartphones, assim como ao declínio de vendas dos PC tradicionais.

A StatCounter sublinha, contudo, que o Windows continua a deter uma liderança esmagadora no acesso de PC e portáteis à Internet, com uma quota de 84% em Marco.

Cullen diz que a batalha continua e que a próxima mudança de paradigma pode vir com a realidade aumentada, a Inteligência Artificial e o «Continuum», um produto que destinado a substituir os PC e os smartphones com um único telefone «Microsoft powered», que poderá dar à companhia de software norte-americana a oportunidade para reconquistar a liderança nos sistemas operativos mais usados.

Por regiões, a Microsoft manteve em Março a liderança como sistema operativo mais usado na Internet, com 39,5%, seguido pelo iOS (da Apple), com 25,7% e pelo Android, com 21,1%, adianta a StatCounter.

Na Europa o Windows tem maioria absoluta, com 51,7%, mais do dobro da quota do Android (23,6%), mas na Ásia, região mais populosa do mundo, o Android domina com 52,2% de quota de utilização na Internet, que compara com 29,2% do Windows, acrescenta aquela analista.

Ainda sem comentários