Check Point descobre vulnerabilidade que afecta clientes da Whatsapp e Telegram

Publicado em 20/03/2017 23:53 em Segurança Informática

A empresa especialista em segurança informática Check Point revelou que identificou uma vulnerabilidade nas versões para navegador da Whatsapp e Telegram (Whatsapp Web e Telegram Web), que compromete centenas de milhões de contas de utilizadores daqueles serviços.

Em comunicado, a Check Point revela que aquela vulnerabilidade permite aos cibercriminosos assumir em segundos o controlo das contas e aceder a dados, fotos, chats, vídeos e listas de contactos.

Oded Vanunu, director da Check Point, indica que os cibercriminosos podem enviar uma foto aparentemente inofensiva passando a controlar a conta do utilizador quando este clica na foto, passando a ver e descarregar os dados da vítima e a enviar mensagens em seu nome.

Acrescenta que a vulnerabilidade permite ao pirata informático enviar um código malicioso oculto dentro de uma imagem e que assim que o utilizador clica na fotografia dá ao criminoso acesso a todos os seus dados armazenados no Whatsapp ou Telegram.

A empresa de segurança indica que comunicou às duas companhias a 8 de Março esta falha de segurança e ambas agiram rapidamente para a corrigir.

A Check Point recomenda aos utilizadores dos dois serviços que utilizem apenas a última versão disponível, reiniciando o navegador.

Ainda sem comentários