Confiança dos consumidores em máximo de 17 anos

Publicado em 28/02/2017 00:21 em Notícias economia

O indicador de confiança dos consumidores portugueses atingiu em Fevereiro um máximo de 17 anos, com o valor mais elevado desde Março de 2000, e o Indicador de Clima Económico aumentou nos dois primeiros meses de 2017, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE)

O INE revela que o Indicador de Confiança dos Consumidores está a subir consecutivamente desde Setembro do ano passado e em Fevereiro todas as suas componentes registaram uma evolução positiva, com as expectativas sobre a evolução da economia a atingirem um máximo desde Dezembro de 1999, enquanto a percepção sobre a situação financeira do agregado familiar atingiu um máximo desde Maio de 2000.

O mínimo de confiança dos consumidores foi registado em Dezembro de 2012.

O Indicador de Clima Económico, que reflecte as opiniões dos empresários, aumentou em Fevereiro na Construção e Obras Públicas, no Comércio e nos Serviços e estabilizou nas Indústrias Transformadoras, após oito meses em alta.

O indicador de Clima Económico assumiu um valor de 1,3% em Fevereiro. O seu valor máximo foi de 5,3% em Março de 1989 e o valor mínimo de menos 3,9% em Dezembro de 2012. Com excepção da indústria transformadora, que registou um mínimo de confiança em 2009, todos os outros sectores tiveram mínimos em meses do ano de 2012.

Todos os valores considerados são calculados em média móvel de três meses, isto é, representam o valor médio do trimestre que termina no mês considerado. Por exemplo, os dados de Fevereiro são a soma dos valores de Dezembro, Janeiro e Fevereiro a dividir por três.

Ainda sem comentários