Um décimo norte-americanos terá robots cuidar casas em 2020

Um décimo norte-americanos terá robots cuidar casas em 2020Publicado em 24/02/2017 00:02 em Geral

Um em cada 10 lares norte-americanos terá em 2020 robots como empregados domésticos, antecipa a consultora e analista de mercados Juniper Research.

A Jupiter prevê que em 2017 sejam produzidos 15,7 milhões de robots domésticos a nível mundial e que esse número se eleve em 2020 a cerca de 48 milhões, mais do que triplicando nesse período o número de unidades fabricadas.

O aumento do número de residentes em centros urbanos e a redução do tempo disponível para as tarefas domésticas serão os principais factores de crescimento do número de robots domésticos nos Estados Unidos, segundo a consultora.

Acrescenta que os chamados «robots de companhia», como o Jibo, o Kuri ou o Pepper, não estão actualmente aptos a diferenciar-se suficientemente de dispositivos inteligentes de assistência doméstica, como o Echo, da Amazon, e custam cerca de cinco vezes mais do que o dispositivo da Amazon.

Steffen Sorrel, autor da pesquisa, salienta que actualmente «os robots sociais são pouco mais do que conversadores inteligentes para casa com preços muito elevados, que podem parecer impressionantes mas têm desempenhos muito limitados».

Observa que «a compreensão visual e auditiva, a integração de serviços e a inteligência emocional serão os pilares chave para interessar os consumidores nos robots sociais».

Ainda sem comentários