Colégio dos EUA paga 28 mil dólares para resgatar dados

Publicado em 11/01/2017 00:40 em Segurança Informática

O escola Los Angeles Vallery College (LAVC), nos Estados Unidos, pagou um valor recorde de 28 mil dólares (cerca de 26,5 mil euros) para resgatar centenas de milhares de ficheiros encriptados por um ataque de ransomware, revela um texto publicado no blogue da empresa britânica de segurança informática Sophos.

Numa declaração publicada no seu sítio Internet, o LAVC indica que um ransomware desconhecido entrou no seu sistema a 30 de Dezembro passado e foi detectado pelo pessoal passado poucas horas, mas demasiado tarde para impedir o comprometimento de ficheiros críticos em vários servidores.

Acrescenta que perdeu acesso a dados e que vários serviços da escola, incluindo a rede informática, correio electrónico e sistema telefónico, deixaram de estar operacionais.

O texto, assinado por John Dunn, assinala que aparentemente o LAVC decidiu só pagar no último momento, quando já não tinha alternativa, a 6 de Janeiro, três dias depois do regresso dos quase 20 mil estudantes para o novo trimestre escolar.

Erika Endrijona, presidente da instituição, indica que o parecer de peritos externos foi de que o pagamento do resgate estipulado, uma quantia em bitcoins equivalente aos referidos 28 mil dólares, tinha uma probabilidade muito alta de permitir retomar o acesso aos dados, enquanto a recusa de pagamento levaria quase inevitavelmente à sua perda.

Adiantou que o LAVC pagou o resgate e recebeu a chave de desencriptação,mas ficou ainda com o laborioso ónus de desencriptar os ficheiros um de cada vez.

Ainda sem comentários