Montante gasto e levantado com cartões cresceu 7,5% quadra Natal

Publicado em 03/01/2017 22:55 em Notícias economia

O montante gasto com cartões em compras de bens e serviços e em levantamentos em caixas Multibanco cresceu 7,5% na quadra de Natal, atingindo 6992 milhões de euros, segundo dados da SIBS.

A Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS) revelou que entre 28 de Novembro de 2016 e 1 de Janeiro de 2017 foram levantados em caixas ATM 2919 milhões de euros, um aumento de 4,7% face a período comparável do ano anterior, e comprados com cartão de crédito ou débito bens e serviços no valor de 4023 milhões de euros, um acréscimo de 10,2%.

O valor médio levantado por dia este ano foi de 70 euros, mais 0,8% do que em período comparável do ano passado, e o valor médio dos pagamentos em lojas ascendeu a 40 euros, aproximadamente ao nível do ano passado, com um aumento marginal de 0,3%, indica.

A SIBS divulgou dados relativos ao mês de Dezembro de 2016 (de 1 a 31 de Dezembro), em que revela terem-se sido efectuadas em média 6 milhões de operações diárias nas caixas multibanco e nos terminais de pagamento automático (TPA) instalados em estabelecimentos.

O dia 23 de Dezembro foi o que teve mais operações na rede Multibanco, num total de 8,4 milhões, mais 8,8% do que o dia homólogo de 2015, que também foi o que registou o maior número de operações no ano passado, observa.

A SIBS revelou que nos supermercados foram efectuadas 31 milhões de compras nos terminais Multibanco (mais 7,6%), nas lojas retalhistas 27,9 milhões (mais 4,0%), nos restaurantes e hotéis 13,9 milhões de movimentos (mais 17,5%) e nas bombas de gasolina 8,4 milhões, um acréscimo de 12,6%.

Na quadra de Natal 2016 foram efectuadas mais 18,6% operações de compras e levantamentos com cartões emitidos no estrangeiro, registando-se 924,8 mil movimentos com cartões de origem francesa (mais 16,8%), 579,8 mil com cartões de origem britânica (mais 15,7%), 463,1 mil de origem espanhola (mais 26,1%) e 180,3 mil movimentos de cartões dos Estados Unidos (mais 37,3%).

Ainda sem comentários