Gastos em aplicações, incluindo publicidade, chegará a 166 mil milhões dólares em 2017

Publicado em 27/12/2016 01:28 em Geral

A empresa especializada em aplicações móveis App Annie’s prevê que em 2017 o gasto nesta área, incluindo em lojas de aplicações e em publicidade, atingirá 166 mil milhões de dólares (159 mil milhões de euros).

Em comunicado, a App Annie’s precisa que a despesa dos consumidores em app stores móveis deverá representar 65 mil milhões de dólares (62 mil milhões de euros), em 2017 com os jogos a constituírem a principal fonte desta receita.

A companhia indica que no ano em curso a compra de aplicações móveis deverá atingir 52 mil milhões de dólares (quase 50 mil milhões de euros) e a publicidade móvel em apps chegar a 77 mil milhões de dólares (próximo de 74 mil milhões de euros).

A publicidade inserida nas aplicações móveis deverá atingir no próximo ano 101 mil milhões de dólares (97 mil milhões de euros), com as redes sociais, plataformas vídeo e jogos a representarem o grosso daquela receita, observa.

Acrescenta que o tempo gasto em telefones Android em aplicações de compras aumentou 52% nos nove primeiros meses de 2016, principalmente devido ao crescimento do comércio electrónico móvel e para 2017 está previsto também um forte crescimento.

Para o próximo ano, a App Annie’s espera uma onda de consolidações nas apps móveis de comércio no Ocidente, à semelhança do que aconteceu este ano na Ásia

A App Annie’s assinala que as App instantâneas, que permitem a utilização de apps em Android sem fazer download, recentemente anunciadas pela Google, terão uma gradual adopção desta possibilidade pelos desenvolvedores de aplicações em 2017 edeverão ser crescentemente utilizadas em aplicações que são usadas com pouca frequência, como as de viagens ou entrega de comida.

Ainda sem comentários