Hackers ao serviço da segurança informática

Publicado em 11/11/2016 01:21 em Web Summit

Chris Wysopal, da empresa de segurança informática Veracode, assinalou que as empresas tecnológicas de software começaram a contratar hackers para tentarem quebrar a segurança das aplicações que produzem e corrigir as falhas.

Wysopal, que se assumiu como antigo hacker, disse quinta-feira na Web Summit que a ideia de quebrar a segurança dos sites ou do software para descobrir as técnicas usadas pelos piratas informáticos e os tornar mais seguros foi introduzida em 1993 por Dan Farmer e Weitse Venema.

Os chamados «underground engineers» tornaram-se numa vanguarda não oficial da segurança informática, descobrindo as falhas dos sistemas, observou.

Wysopal salientou que a segurança informática é hoje um negócio de milhares de milhões de dólares.

Chris Wysopal recordou que Bill Gates percebeu que o malware podia afectar a segurança do software da Microsoft e fazer a multinacional perder clientes e definiu como prioridade evitar ataques ao seu software e navegadores Internet («browsers»), para o que contou com a colaboração de empresas de antigos hackers para testar e detectar as falhas no software e desenvolver correcções.

Ainda sem comentários