Intel com receitas recorde no terceiro trimestre 2016

Publicado em 20/10/2016 15:55 em Empresas

A Intel anunciou um volume de negócios recorde de 15,8 mil milhões de dólares (14,4 mil milhões de euros) no terceiro trimestre de 2016, um aumento homólogo de 9%.

Em comunicado de resultados, a multinacional líder no fabrico de microprocessadores indicou que os seus resultados operacionais subiram 6%, para 4,5 mil milhões de dólares (4,1 mil milhões de euros).

Os lucros da Intel cresceram também 9% homólogos no terceiro trimestre, para 3,4 mil milhões de dólares (3,1 mil milhões de euros).

A companhia revela que o seu investimento em investigação e desenvolvimento (I&D) e em fusões e aquisições registou um acréscimo homólogo de 5%, atingindo 5,1 mil milhões de dólares (4,7 mil milhões de euros).

O vice-presidente executivo e administrador executivo da Intel com o pelouro financeiro (CFO), Robert Swan, citado em comunicado, revela que as receitas do Data Center Group cresceram 10% homólogos, para 4,5 mil milhões de dólares (4,1 mil milhões de euros), e as do Internet of Things Group progrediram 19% homólogos, para 689 milhões de dólares (631 milhões de euros), em ambos os casos com valores recorde.

Acrescenta que a maior divisão da Intel, o Client Computing Group, apresentou no terceiro trimestre um crescimento das receitas de 5%, acima das expectativas, atingindo 8,9 mil milhões de dólares (8,1 mil milhões de euros).

O Non-volative Memory Solutions Group facturou 649 milhões de dólares (594 milhões de euros), uma descida homóloga de 1%, o Intel Security Group (antiga McAfee) 537 milhões de dólares (492 milhões de euros), um aumento homólogo de 6%, e o Programmable Solutions Group 425 milhões de dólares (389 milhões de euros), uma redução homóloga de 9%.

Robert Swan adianta que a Intel antecipa para o último trimestre de 2016 um volume de negócios com um ponto médio nos 15,7 mil milhões de dólares (14,4 mil milhões de euros), aproximadamente ao nível das receitas do terceiro trimestre.

Ainda sem comentários