Yahoo admitiu 500 milhões contas afectadas por ataque em 2014

Publicado em 27/09/2016 00:06 em Segurança Informática

O gigante da Internet Yahoo admitiu que a sua rede foi afectada por um ataque informático em 2014 e que cerca de 500 milhões de utilizadores viram os seus dados roubados, segundo notícias da comunicação social citadas no sítio Internet do Yahoo.

A empresa avança que o ataque terá sido patrocinado por um país, que não identifica.

O Wall Street Journal, também citado no Yahoo, cita fonte do gigante Internet que diz que o ataque terá sido aparentemente lançado a partir da Rússia.

No início de 2016, um relatório de um investigador de segurança dizia que os dados de utilizadores da Yahoo estavam a ser oferecidos para venda na «dark web» e falava em 200 milhões de contas de utilizador comprometidas, mas a empresa não o confirmou na altura.

O ataque ao MySpace, ocorrido no início do ano e que afectou 360 milhões de utilizadores, foi considerado o maior de sempre, o que poderá significar que o comprometimento da rede da Yahoo foi o ataque com maior número de afectados de sempre.

A notícia da Associated Press (AFP), citada no site da Yahoo, afirma que a Yahoo está a recomendar aos utilizadores de serviços online afectados que revejam urgentemente as suas contas e mudem palavras passe e perguntas de segurança.

Mas pessoalmente, como utilizador do correio electrónico da Yahoo, não recebi qualquer contacto, mensagem ou aviso da companhia, embora não saiba se os meus dados foram roubados – será que a Yahoo sabe?.

A AFP sublinha que o reconhecimento do ataque surge dois meses depois de a venda da Yahoo à operadora de telecomunicações dos Estados Unidos Verizon ter sido acordada por um valor de 4,8 mil milhões de dólares (quase 4,3 mil milhões de euros), observando que ainda não é conhecido se a notícia do ataque terá impacto na concretização ou valor do negócio.



FV

Ainda sem comentários